20 de dez de 2012

As "passarinhas" da Catarina!

A passarinhada para receber a Catarina já está a postos! Agora é só ela chegar... E que venha com muita saúde!
Obrigada `a mamãe Giovanna pela confiança!

Diam.: 35cm
Toda costurada e bordada `a mão

Decorada com flores de feltro e cristais (para dar um charme!)

Foco na casinha!

O resto da passarinhada
 Eu amei o resultado! E vocês?

18 de dez de 2012

O livro da vez: "Precisamos falar sobre o Kevin"

Antes de começar este post, eu sei o que vocês estão pensando: o que tem a ver falar de livros num blog sobre artesanato feito com tecido??? Eu sei também que não se deve misturar as bolas (meu trabalho com dicas de literatura), afinal isso é um blog "profissional" ou o quê? 
Mas tá escrito lá no meu primeiro post que aqui eu mostraria meu trabalho, receberia encomendas, e também falaria sobre o que eu gosto e não gosto. E isso inclui leitura também, ué!

Sempre gostei de ler, e sou dessas pessoas que não podem ver uma livraria. Tenho que entrar. E se eu entro, preciso sair de lá com pelo menos um livro na mão. Acontece que antes eu comprava, mas só começava a ler dois meses depois. Quando eu terminava algum livro (veja bem, quando eu terminava) já tinha se passado 1 ano, e eu já nem lembrava mais do começo da história. Até que criei uma estratégia: 10 páginas por dia, no mínimo! Foi a solução. Desde então devoro um após outro. Já esgotei os volumes de casa, e sempre compro um novo quando passo da metade do que estou lendo...

E hoje vou falar sobre um dos melhores livros que já li (que me lembre, pelo menos...): Precisamos falar sobre o Kevin, de Lionel Shriver.

Acho que alguém aí já deve ter assistindo a Cisne Negro, né. Não vi no cinema, mas me lembro que virou febre. Todo mundo comentando que era ótimo ou péssimo, ganhou Oscar e tudo. Decidi assistir para ver o que eu acharia. Minha conclusão: ÓTIMO! Mereceu um Oscar justamente por alcançar o que procura: transmitir o desconforto e a angústia da personagem para o telespectador. Confesso que assisti `a noite, sozinha, e tive pesadelos. Com Precisamos falar sobre o Kevin foi a mesma coisa. 


Vou ser honesta. O livro é longo, 464 páginas. Tem letras miúdas e poucos diálogos, já que é escrito em forma de cartas. Isso quer dizer que ler 10 páginas por noite pode se transformas numa tarefa árdua, agravada pelo seu conteúdo denso e bastante complexo. Definitivamente, não é para qualquer um...

A história é a seguinte: Kevin Katchadourian, filho de Eva e Franklin, é autor de uma chacina na qual mata 9 pessoas em sua escola nos EUA. Para o pai, Kevin era um anjo. Para a mãe, uma criança dissimulada e perigosa. Eva não consegue gostar de seu próprio filho, e chega mesmo a sentir medo dele. Jogada ao ostracismo e injustamente (ou não?) responsabilizada pelos atos de seu filho, Eva escreve cartas ao marido na tentativa de encontrar os motivos que levaram o menino a odiá-la e rejeitá-la desde o momento de seu nascimento. Ela nunca quisera ter filhos, e nunca conseguiu assumir o papel de mãe. Será isso a razão do comportamento agressivo de Kevin, ou ele já nascera assim? 

Um livro que, apesar de indigesto e sufocante, me prendeu a cada página. E um final surpreendente! Vale a pena! Muito!!

Ainda não assisti ao filme, mas espero em breve. Agora que já assisti ao filme, posso dizer: perde feio para o livro!! Se não tivesse lido antes, não teria entendido metade da história. É tudo muito subentendido, e eu não tenho toda a sensibilidade e percepção de um crítico de cinema... Então, para quem assistiu (sem ler o livro antes) e não entendeu, eu digo: Tamo junto!!

Resultado:    Livro 1  x  Filme 0 



7 de dez de 2012

Os ursinhos do Gabriel

Olha a turma de ursos que vai receber o Gabriel em casa! Não deu para ir todo mundo junto, porque ele decidiu chegar uns dias antes... Mas agora a galera tá toda reunida!

Dimensões: 27cm x 22cm
Os amigos

As molduras são em gesso e os ursinhos em feltro. Tudo feito `a mão, decorado com muito capricho e carinho. 





Voa, voa, passarinho!

Mais um passarinho voando para São Paulo. Demorou, mas chegou!

Diam. 25cm
Todo bordado `a mão.

23 de nov de 2012

Os macarons da Ladurée!

Qual é o melhor doce que você já comeu na sua vida? Difícil de responder, né, principalmente se a gente já tem mais de 10 anos de idade. Mas eu me arrisco a dizer que o melhor que já comi na vida é o macaron de baunilha da Ladurée. Juro! Se não for o mais gostoso, está entre os top 10. Gente, o que é aquilooo??? Acho que nunca comi nada igual. Se você ainda não experimentou e tiver a oportunidade, não desperdice. 

A Ladurée  é uma doceria francesa famosíssima no mundo todo, e existe desde 1862. Tem lojas em diversos países e agora chegou finalmente ao Brasil. A única loja (até agora...) aqui na terrinha fica no  primeiro piso do Shopping JK, em São Paulo. Um shopping super granfo, cheio de lojas chiquérrimas não poderia deixar de fora essa delícia francesa. Passei o feriado em SP e pedi para o namoradão me levar até lá para conhecer o lugar. Quando vi a vitrine, não consegui resistir, mesmo tendo acabado de tomar um sorvete delicioso (que também merece comentários, depois conto sobre ele aqui). 

Fachada da loja no Shopping JK

A loja é linda. Segundo o namô, é manêra! Todas seguem o mesmo padrão. Só para informação, a Ladurée (originalmente uma simples doceria) foi uma das primeiras casas de chá da Europa. Contribuiu para uma mudança no comportamento feminino, pois era lugar ideal para as mulheres da época se reunirem para conversar, já que os cafés eram exclusivos aos homens.

Macarons - Olha só que coisa mais linda!

Os macarons são o carro-chefe da casa, que também faz bolos, bombons, geléias, entre outros. Originários da Itália e reinventados pelos franceses, são basicamente feitos de amêndoas, açúcar e clara de ovo (parece um suspiro, mesmo), e recheados de ganache de diversos sabores - limão, baunilha, cassis, caramelo, cacau, cereja, etc, etc, etc. O que comi foi o de baunilha, e achei sensacional, feito com a fava natural, e não essência, super delicado, mas ao mesmo tempo muito saboroso.

Interior de uma das lojas
Agora, se prepare porque o preço é bem salgadinho: R$9,00 cada macaron. Mas vale a pena. Escolhe um ou dois sabores, e manda ver! Você vai concordar que nunca comeu nada igual. 

Shopping JK 
Av. Jucelino Kubitschek, 2041
Vila Olímpia
São Paulo

22 de nov de 2012

Sachês de urso

Ufa! Mais uma encomenda entrague! Essa vai para a chegada do Diego, aqui de Limeira. Combinando com o tema da guirlanda de ursinhos, sachês com cheirinho de bebê.
50 ursinhos em feltro e 50 em tecido. Todos costurados e bordados `a mão. 

Tamanho dos sachês: 10cm x 8,5cm



O nome foi bordado no verso, no bumbum de cada ursinho.

Etiquetas personalizadas

Embalados e prontos para ser entregues!!

Deu um trabalhão, mas depois de pronto, fico tão feliz em ver o resultado!!



14 de nov de 2012

Be my Valentine!

Porta-jóia romântico para a Janaína!! Gostei tanto que fiz um igual para mim... 

Com aplicação de guardanapo e decorado com bordado inglês e fita de gorgurão. O interior é revestido com tecido de bolinhas para ficar mais meiguinho...

Tamanho: 37cm x 25cm



12 de nov de 2012

Sacos para a roupa do bebê

Mais uma novidade! Saquinhos para guardar a roupa do bebê. Estes eu fiz para uma mamãe que queria guardar as roupinhas que vai levar `a maternidade. Mas também podem ser usados para colocar a roupa suja ou usada quando a gente sai para passear. Assim não fica tudo junto na bolsa, né.

Tamanho: 35cm x 45cm

Bordado `a mão 
Feitos em tecido 100% algodão, com fitas de cetim e gorgurão, e detalhe em bordado inglês também de algodão. Fechados com cordão de seda e bordados `a mão. Tudo com muito capricho, combinando com o tema escolhido pela mamãe. 
O que vocês acharam?

22 de out de 2012

Uma macaca bailarina para Isabella!

Uma macaca bailarina para dar várias piruetas na porta da Isabella! Logo, logo estará embarcando para os States... Boa viagem!

Diam. : 35cm





19 de out de 2012

Hoje eu tô a fim de... ombré

Ombré = sombra. Acho que todo o mundo já tá cansado de saber disso (se você ainda não sabia, não me leve a mal, heim!). Essa moda começou no ano passado, nas madeixas das famosas. Passou para as unhas quando algumas grifes usaram a técnica nos desfiles de Nova York. Pronto! Virou febre! Imediatamente as meninas começaram a pintar a ponta das unhas com esmalte metalizado, formando um degradê (confesso que eu também experimentei, mas não curti muito, não...).


A tendência continuou evoluindo a passos largos, até chegar `a nossa casa. Hoje em dia, tem de tudo! Tá na parede, na cortina, nas almofadas, na toalha de mesa e até nos talheres. Móveis, roupas sapatos... E na boca também (novidade absurda para mim!!). Conclusão: tá em todo lugar!! 







Aqui, duas tendências suuper fortes do momento: ombré + chevron
























No quarto do bebê! Achei lindo!